Receba nosso Informativo
Nome:
E-mail:
Login de Sócio
Usuário:
Senha:
Cultura
A Encenação da Fundação da Vila de São Vicente A Encenação da Fundação da Vila de São Vicente teve início em 1882 realizado por um grupo de teatro amador. Inicialmente os espetáculos eram realizados durante o dia, em um pequeno cercado na praia do Gonzaguinha, por voluntários da comunidade que se reuniam de dia para comemorar o aniversário da Cidade, dia 22 de janeiro e contar a história da chegada de Martim Afonso e a fundação da Vila de São Vicente. Durante o primeiro espetáculo contou com a presença de autoridades e da presença do Governador de São Paulo Franco Montoro.

A proposta inicial era resgatar a memória histórica e cultural da Vila de são Vicente incentivando a inclusão e a participação ativa da comunidade Vicentina no processo de criação na produção do espetáculo e na formação dos atores da comunidade.

Os primeiros espetáculos eram realizados com modestas estruturas físicas, ainda sem arquibancadas montadas na área. Com o passar dos anos o espetáculo aumentou em número de atores, crescendo a interação e identidade do espetáculo e da comunidade. A partir deste determinado momento, o espetáculo começa a ter a participação de atores renomados, adquirindo uma projeção em nível nacional.

Em 1998, o espetáculo deu um grande salto, quando foi criada uma grande arena e sob a direção de Tanah Correia e Gestão do prefeito Marcio França, contou com a participação dos atores de TV: Julia Lemertz e Alexandre Borges. Deste momento em diante, a Encenação ganhou repercussão nacional. Cerca de 56 mil pessoas assistiram aos sete dias de volta ao passado com 1.300 mil atores do povo, que ensaiaram durante oito meses.

Foi em 2009 na Gestão do atual Secretário de Cultura Renato Caruso, na 27º edição do evento, realizado entre 19 a 25 de janeiro de 2009 que o espetáculo passou a contar com uma grande produção teatral tecnológica. Neste ano contou a história do mundo, desde a criação à chegada de Martim Afonso ao Brasil, passando pelo mito do fogo, inquisição, degredação de João Ramalho, chegada de Pedro Álvares Cabral ao Brasil e escolha de Martim Afonso de Sousa para colonização do Brasil.

Atualmente é considerado o maior espetáculo de areia de praia do mundo, sendo realizado em uma área de 15 mil metros quadrados, com a participação de 1.200 atores da comunidade, estrutura de arquibancadas com capacidade para 10.000 pessoas, envolvendo um contingente de 1000 profissionais e um público de aproximadamente 70.000 pessoas nos sete dias de evento, sistema de iluminação, sonorização e efeitos especiais de última geração, setores de imprensa, ambulatórios médicos, apoio da polícia militar, polícia municipal e apoio da secretaria de transito, espaço de exposições e Marinha.

Para a realização da “Encenação da Fundação da Vila de são Vicente”, é necessária uma equipe de produção composta por diversos profissionais em diversas áreas, tais como; Produção Cultural, Direção Teatral, roteiro, teatro, figurino, escultura, maquiagem, cabeleireiro, audiovisual, dança, cenografia, marcenaria, serralheria, iluminação, musica, acessibilidade, contra-regragem.

Em Janeiro de 2012, Gestão do Prefeito Tércio Garcia e o atual Secretário de Cultura Renato Caruso, o Espetáculo completa 30 anos e será realizado sob Supervisão Geral de Renato Caruso e José Dionísio de Almeida, direção de Maria Tornatore e José Luiz de Moraes, Diretor de Artes José Roberto Marx, Direção Musical Carlos Stephan e Produção Executiva de Diego Spósito de Almeida e Mirian Vieira e equipe de Produção: Claudia Ramacciotti, Yara Ramos, Liliane São Paulo, Cida Cunha e Tatiana Cantadori. A encenação contará ainda com uma exposição da história dos 30 anos de encenação sob a curadoria de Renata Balbino. A Proposta para a Encenação da Fundação da Vila de São Vicente, no atual espetáculo, se fundamenta na profecia dos Maias que fala sobre o fim do mundo em 2012. A finalidade das profecias não é a de incutir o medo ou o terror sobre a humanidade, mas sim a de propor mudanças de hábito, de atitudes, de comportamento, de posturas e novos compromissos perante a vida, a humanidade e ao planeta terra. Neste contexto teremos um Martin Afonso que retornando ao passado e há época do descobrimento irá se questionar sobre os destinos da humanidade a partir das escolhas e atos de cada um e convidar os espectadores a refletirem sobre a consciência para realização das transformações.



Próximos Cursos
  • Nenhum curso agendado no momento.
Associe-se FCSV é uma associação sem fins lucrativos que visa agrupar fotógrafos amadores e profissionais em torno de discussões teóricas, saídas fotográficas práticas e procuramos oferecer meios de melhorar o conhecimento na área, através de cursos, palestras, workshop e oficinas. Inevitável fazer novos amigos que juntos fazem o que gostam que é fotografar. Saiba mais
Apoio SECULT
Secretaria de Cultura de São Vicente







ILHA PORCHAT CLUBE



Filiado a CONFOTO - Confederação Brasileira de Fotografia.
© 2017 - Todos os direitos reservados ao Foto Clube São Vicente - O FRAME.

Textos e imagens não poderão ser reproduzidos sem prévia autorização.

Desenvolvimento, administração e hospedagem.